Recadastramento imobiliário - O uso dos Drones como facilitador

Com significativos ganhos possibilitados pelo uso dos Drones, junto ao processo de aerofotogrametria, o recadastramento imobiliário municipal vem se tornando um grande aliado nos processos de gestão pública e com a versatilidade destes equipamentos, que hoje são capazes de transportar sensores de última geração, é possível se obter um grande quantitativo de informações disponibilizadas para diversas atuações no setor público.

Com a expectativa de queda dos repasses federais e estaduais e a tendência de crescimento da população urbana, os municípios precisam de forma planejada e eficiente, priorizar ações de modernização e aumento de arrecadação tributária, para assim garantir mais investimentos e melhor equilíbrio orçamentário.

Com o objetivo de promover o desenvolvimento dos municípios auxiliando as prefeituras na gestão tributaria, territorial, fiscal e dos serviços públicos municipais, a Aero Drone Brasil disponibiliza soluções de ponta a ponta para a realização do processo de atualização do cadastro imobiliário através do levantamento aerofotogramétrico com o uso de VANT’s e georreferenciamento das bases cadastrais.

Como funciona e quais os benefícios do recadastramento imobiliário:

A Aero Drone Brasil, implementa todo o projeto de atualização da base de dados do cadastro técnico municipal, com o uso de sistemas SIG de alta performance, seguro e de fácil utilização. Simplificando o trabalho do dia-a-dia dos servidores públicos municipais, otimizando tarefas que antes eram executadas somente por especialistas em geoprocessamento. Tornando o processo de recadastramento imobiliário eficiente e de rápido retorno.

Dentre os inúmeros benefícios organizacionais que o sistema traz para a gestão municipal, destaca-se a atualização do valor predial e territorial do cadastro imobiliário. Que ocorre sem a necessidade de aprovação de novas leis ou alteração de alíquotas já praticadas, pois o incremento na arrecadação do IPTU se dará pela simples atualização das áreas edificadas de todos os imóveis do município.

As tomadas de decisões se tornam mais assertivas, pois são amparadas em relatórios e mapas temáticos, o que resulta em um melhor planejamento de ocupação e uso do solo. Desta forma o cadastro imobiliário atua como o elo entre os gestores e a informação rápida e precisa. Possibilitando assim o aproveitamento do levantamento cadastral para utilizar as informações levantadas em outras áreas, como: Saúde, transporte, educação, infraestrutura, ambiental, comercial, entre outros.

Com base nessas informações, por exemplo, na área de saúde localizar hospitais, postos de saúde, planejar e melhorar a distribuição dos atendimentos. No transporte público realizar estudos de itinerários e pontos de parada. Na educação colaborar no remanejamento de alunos para que estudem em bairros próximos de suas residências ou saber o motivo que levou um aluno a estudar em uma escola localizada longe de sua residência. No transporte e logística definir rotas. Na segurança monitorar as ruas e avenidas; sem contar o plano diretor, que controlará a ocupação do solo e o levantamento de dados sócio-econômicos. O sistema permite ainda cadastramento e planejamento das redes de saneamento, eletricidade e telefonia; agricultura; além de estudos de impacto ambiental.

Cadastro Técnico Multifinalitário: Qual a vantagem que as prefeituras municipais têm ao utilizar dessa atividade junto ao mapeamento aéreo por drones?

O Cadastro Técnico Multifinalitário é um sistema de informações geográficas que utiliza dados vetoriais e matriciais voltados para a gestão urbana municipal, direcionado ao monitoramento da expansão urbana e melhor compreensão do espaço por ele administrado, viabilizando melhorias na qualidade de vida de todos os habitantes. Assim, tem por finalidade elaborar um planejamento urbano complexo e verídico, realizar a tributação de impostos, licenciamento e fiscalização dos imóveis, e demais funções que são de competência do município.

Qual a finalidade do mapeamento municipal realizado através dos drones:

O mapeamento não se refere apenas à arrecadação de tributos, mas sim do planejamento e projeções da gestão administrativa, como a realização de medições do imóvel, mapeamento temático fundiário, de uso do solo, planialtimétrico, rede viária, rede elétrica, geologia do relevo, mapeamento socioeconômico, entre outros. Este tipo de técnica tende a atender ao maior número de usuários possíveis, por isso a palavra “multifinalitário”, pois têm vários fins de uso, e isso só é possível com a geração de produtos complexos e tecnologias que sejam acessíveis a qualquer profissional que necessite manipular esses dados.

Como é realizado o processo de aerolevantamento com drones:

O aerolevantamento é feito por imagens aéreas que permitem fazer o mapeamento de toda a área da cidade. Com esse estudo, é possível identificar construções que tiveram algum tipo de ampliação entre o último levantamento cadastral e o atual. Um exemplo é o caso de um lote onde havia apenas um imóvel e outro foi construído, elevando, assim, seu valor de mercado. Com o aerolevantamento, a prefeitura conseguirá identificar essas áreas e incluí-las no valor que serve de base para a cobrança do IPTU, após a visita de um técnico que confirme a ampliação.

O que é o processo de recadastramento imobiliário e qual a finalidade:

Recadastramento imobiliário é uma ação que atualiza informações cadastrais de seus proprietários e imóveis. Constitui-se no suporte principal da avaliação de imóveis e, por consequência, da cobrança dos impostos. A atualização sistemática do Cadastro é fundamental, pois implica a obtenção de maior arrecadação e justiça tributária. Com a realização do recadastramento imobiliário, o município terá aumento da arrecadação tributária municipal. Cobrará o IPTU de forma justa, tornará o município menos dependente das transferências intergovernamentais, e os contribuintes serão beneficiados com dados precisos quando solicitarem informações.

Quais os benefícios da implementação de um sistema SIG em minha cidade:

Com a geração do produto do processamento das imagens aéreas, conjunto às informações cadastrais preexistentes do município escolhido, relativo ao meio físico, jurídico, socioeconômico e ambiental da população, torna-se necessário o uso de um software estruturado em um SIG, para que sejam realizadas as devidas análises e avaliações sobre ocupações e sua perspectiva de regularização jurídica.

Os SIGs são sistemas que possibilitam, de forma rápida, a geração de mapas temáticos e relatórios. As atualizações gráficas e cadastrais são feitas através do SIG diretamente no banco de dados da Prefeitura. Sendo que sua utilização passa a ser vital e imprescindível, de forma a facilitar, por exemplo, no recadastramento imobiliário a atualização de novos imóveis, loteamentos ou correções de áreas. Possibilitando assim um maior controle e planejamento, além de uma política mais justa na cobrança do IPTU.

 CIDADES INTELIGENTES – O FUTURO COMEÇA AQUI

Somos a Aero Drone Brasil, especialistas em sensoriamento remoto com o uso de VANT’s.
Buscamos sempre novas soluções tecnológicas para a aplicação do uso dos drones,
visando uma maior produtividade, melhor gerenciamento de projetos
e redução dos custos gerados pelos métodos atuais.

time lapse, fotogrametria, sensoriamento remoto, ortofoto, georreferenciamento, mapeamento com drone, topografia com drone, Inspeção com drone, drone para fotogrametria, drones agricultura, guia de utilização DNPM

CONECTE-SE

CERTIFICADOS

CONTATO

Av. Tiradentes, 2.164 – Industrial, Contagem – MG

(31) 2565-9010

contato@aerodronebrasil.com

© 2016 AERO DRONE BRASIL – TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Desenvolvido por   |  H6 Marketing