Os principais uso dos drones na mineração:

Mineração, Uncategorized

Drones na mineração

A mineração é uma das indústrias que ainda apresenta um potencial inexplorado quanto ao uso de drones em suas operações. Apesar de seus benefícios para as empresas do setor não serem tão óbvios à primeira vista, essa tecnologia tem sido testada e implementada em serviços de inspeção, mapeamento e monitoramento de minas, substituindo mão-de-obra humana em trabalhos de alto risco. (1) drones na mineração

Equipados com câmeras digitais, as pequenas aeronaves de controle remoto geram imagens aéreas de alta resolução que podem ser processadas para produção de ortofotos de alta precisão, nuvens de pontos e modelos em 3D. Agrimensores e engenheiros podem usar esses dados para fazer declarações e previsões sobre o desenvolvimento de minas e para alterações documentais, bem como calcular volumes de entulho e materiais armazenados.

Os drones na mineração podem acessar e avaliar áreas de risco por via aérea que equipamento convencional não pode alcançar, garantindo assim a segurança do pessoal e oferecendo inúmeros benefícios na indústria de mineração.

Os drones (VANTs rotativos) também são capazes de pairar no local e, assim, realizar tarefas de inspeção. Além disso, eles não precisam de uma pista à medida que sobem verticalmente para o ar. Consequentemente, também são adequados para a inspeção de grandes áreas, ao contrário de dispositivos de difícil acesso e seus componentes, como os mastros dos reboques. Além disso, podem ser implantados rapidamente e normalmente requerem o mínimo de recursos humanos – tudo que é necessário para um voo de inquérito é um piloto. (2)

Os principais uso dos drones na mineração:

Em minas a céu aberto, são identificadas três principais áreas para a utilização de drones na mineração. Planejamento e coleta de dados para geração de relatórios; suporte para extração; e proteção ambiental.

O uso de drones na mineração vai desde o mapeamento da área até a gestão das operações. A tecnologia possibilita o fornecimento de dados para que sejam calculados os recursos disponíveis ou para que sejam feitas análises do solo.

Drones também podem ser utilizados para a detecção precoce de irregularidades e ameaças. Ao criar um modelo digital de uma mina, a mineradora pode mapear problemas em sua estrutura. Como deslizamentos de terra ou erosões, melhorando a segurança e diminuindo custos de controle do processo.

Minas a céu aberto geralmente estendem-se por vários quilômetros quadrados, o que se traduz em rotas longas para veículos terrestres.  Nesses casos, drones podem ser usados para mapear a área mais rapidamente, otimizar rotas de transporte de carga e fornecer informações precisas.

Assim, sua utilização torna possível avaliar e monitorar com facilidade os danos causados por tempestades; fornecer dados geotécnicos e hidrológicos; auxiliar na construção de estradas e vias de circulação para cargas e resíduos sólidos; e monitorar a estabilidade da superfície. Isso permite que os relatórios sejam feitos com maior qualidade e que o andamento das operações seja acompanhado e gerenciado. De forma rápida e eficiente, os drones também são capazes acompanhar as mudanças na vegetação e procurar defeitos na infraestrutura de mineração que podem causar danos ao meio ambiente.

Além disso, os drones são mais versáteis e possuem um maior custo benefício em relação aos helicópteros ou aviões tripulados, além de serem mais rápidos, mais fáceis de operar.

Fontes:

error: Content is protected !!